Filtro

Vídeo institucional: por que sua empresa deveria investir em um

Câmera filma mulher para vídeo institucional

 

Conheça a importância do vídeo institucional e três dicas básicas para sua empresa realizar uma produção de sucesso.

 

Um vídeo institucional é um documento audiovisual que representa a imagem que uma empresa quer passar para o público. Seja por meio de sua história, produtos e serviços, números e conquistas, cultura e valores ou até um conceito pelo qual deseja ser lembrada. Não importa o formato escolhido, o vídeo institucional serve como um cartão de visitas para uma organização, reforçando sua identidade e afirmando seu papel no mercado.

Está pensando ou precisando desenvolver um vídeo institucional para sua empresa? Neste post, abordaremos os principais pontos que envolvem a produção deste material, quais cuidados são importantes no momento do planejamento, execução e envio e exemplos para você se inspirar.

 

Afinal, o que é um vídeo institucional

O vídeo institucional cumpre o papel de apresentar uma empresa. É um recurso que pode ser disponibilizado no site da organização, apresentado em reuniões com clientes, parceiros e fornecedores ou divulgado nas redes sociais. Este conteúdo sintetiza a identidade da empresa de uma forma dinâmica, visual e de fácil compreensão. Especialmente porque utiliza um formato que possibilita tudo isso e que é amplamente utilizado no dia a dia do público: o vídeo.

Mostrar ao público qual a cultura da empresa, suas crenças, enfim, abrir o DNA da organização traz não só mais proximidade com o público externo, como também mais proximidade com seu público interno, que poderá entrar em sintonia com a mensagem e se identificar com o que está sendo mostrado.

Não importa o que se vende, o objetivo primordial da criação de um vídeo institucional é dizer ao seu público-alvo a que veio sua empresa e trazê-lo para dentro do universo da sua organização.

 

Qual a importância de um vídeo institucional?

Um vídeo institucional é uma maneira verdadeiramente atrativa para estabelecer uma conexão com seu público, abrir uma oportunidade de convertê-lo em clientes ou fãs e ainda criar melhores impressões para sua marca. Mas qual é a melhor abordagem para este tipo de produção?

Neste caso, tudo depende do perfil de sua empresa, de seu público e da mensagem que será passada. Um jeito é ver o vídeo institucional da sua organização, ou de um setor dela, como um curta-metragem que conta capítulo por capítulo a famosa saga do herói ou, neste caso, a saga da sua empresa. Você pode contar como a marca surgiu, tomou forma, teve clareza de seus objetivos, se consolidou como uma organização presente e necessária em seu nicho e, por fim, quais são seus planos. Ou seja, o que vem por aí, como ela pretende se posicionar daqui a alguns anos, quais são suas inspirações para continuar sendo importante no futuro.

Encare o vídeo institucional como uma grande oportunidade para jogar luz na cultura da sua empresa e abrir o microfone para que a persona eleita para representar sua marca conte um pouco mais de si, fale de seus potenciais, posicionamento no mercado e diferenciais para convencer o público de que seus serviços ou produtos têm realmente algo a mais a oferecer em relação aos seus concorrentes.

 

Indo além do tradicional

Você também pode fugir do modelo tradicional e dar um toque diferente para seu vídeo. É possível, por exemplo, se inspirar em algum conceito relacionado à sua marca para criar um storytelling em torno dele. Ou basear o roteiro em depoimentos de funcionários, parceiros e clientes. E que tal fazer uma animação? Contanto que a personalidade e identidade de sua empresa esteja claramente representada no vídeo, há vários caminhos que podem ser considerados.

E se a estratégia do vídeo institucional vai bem para quem está de fora, tem que ir melhor ainda para quem está por dentro. É também uma ótima ferramenta para se conectar com os próprios funcionários, reforçando as caraterísticas, diferenciais e intenções da empresa em que eles atuam. Mas, para que isso aconteça, é preciso ser transparente. Não adianta, por exemplo, dizer que o quadro de colaboradores é diverso quando não condiz com a realidade. O público interno precisa se identificar com o que está sendo falado. Senão, o vídeo pode ter o efeito contrário e se tornar desmotivador.

Já está pensando no roteiro de seu vídeo? Então preste atenção em três dicas básicas que daremos a seguir para fazer uma produção de sucesso!

 

Clareza e didática são fundamentais

É chegada a hora de colocar as cartas na mesa – ou pelo menos quase todas – e deixar claro aos outros players que você não está no mercado a passeio. Mostrar clareza e consciência de seus diferenciais demonstra, não só para seus concorrentes como também para seus potenciais clientes, que sua empresa sabe muito bem quais são seus objetivos e que possui um plano estratégico para alcançá-los.

Para isso, seu vídeo precisa ter um encadeamento lógico de ideias, contar uma história que faça sentido. Um bom roteiro é fundamental para que isso aconteça. Vale a pena investir em um profissional especializado, agência de comunicação ou produtora de vídeo que ajude neste sentido. Afinal, além de ser necessário que a mensagem seja entendida sem ruídos, este é um tipo de material de longa duração. Sua empresa pode utilizar por um tempo indeterminado, até que seja preciso fazer uma nova versão com informações atualizadas.

E se for preciso abordar tópicos mais complexos ou números da empresa, como deixar essas informações claras e, ainda assim, atrativas? Neste momento, uma boa dica é ilustrar estes conceitos por meio de infográficos animados. Gráficos e animações ajudam a simplificar explicações e também a organizar as próprias ideias e processos.

 

O tiro certo precisa de muita mira

Se você começou a desenvolver seu vídeo institucional sem saber muito bem pra qual objetivo ele vai ser utilizado, é bom parar tudo e prestar um pouco de atenção neste tópico. Antes de mais nada, planejar é preciso. Tenha clareza dos principais resultados que serão esperados com esse vídeo. Isso inclui saber com quem ele vai se comunicar, qual a mensagem que deve passar e como deve transmiti-la. Todo esse trabalho influi diretamente em como seu público vai receber este material. Mesmo que isso estenda o cronograma de produção, não desanime. Afinal, sua produção requer todo um investimento de tempo e até de estrutura, dependendo do profissionalismo que se deseja agregar.

Sabendo disso, é preciso por tudo na ponta do lápis, um processo muito importante para não iniciar um projeto sem saber como finalizá-lo. Comece estipulando a quantia de verba disponível para realizar o vídeo, avalie com sua agência o prazo necessário para produção, tenha clareza do público-alvo, examine com calma o roteiro de produção, evitando que muitas alterações ocorram no decorrer do projeto, estude locações para realizar as tomadas e todos os detalhes envolvidos. Assim, você garante que existirão mais certezas que surpresas do começo ao fim do projeto.

 

Para um resultado profissional: trabalhe com profissionais

Entrar de cabeça em um desenvolvimento de vídeo institucional, que por si só contempla centenas de detalhes, é uma missão que esbanja complexidade. Assim, requisitar os serviços de uma equipe de profissionais experientes no assunto está muito longe de ser apenas um capricho. Esta atitude vai além de garantir um resultado de qualidade. Estamos falando de uma verdadeira economia de tempo e dinheiro por meio de uma produtividade otimizada e certeira, tendo em vista que esta equipe já está alguns passos à frente com expertise, experiência, contatos, equipamentos de alta tecnologia e até locações.

Neste momento, é importante termos em mente que se trata de um material praticamente atemporal, que, se bem feito, poderá ser utilizado e reutilizado por muitos e muitos anos. Assim, o investimento tem um ótimo custo-benefício, que possibilita que a empresa aproveite o conteúdo por tempo indeterminado.

 

Vídeo institucional: exemplos para se inspirar

Separamos alguns exemplos de vídeos institucionais de diferentes empresas para exemplificar tudo que falamos neste post. Confira e inspire-se!

 

HubSpot: a saga da empresa

Lembra-se do que falamos sobre a saga do herói? Este vídeo que o HubSpot fez para atrair candidatos às vagas da empresa é um ótimo exemplo disso. De uma forma criativa e bem-humorada, o vídeo fala sobre a história e a cultura da companhia em uma narrativa envolvente, com a participação dos próprios colaboradores.

 

Airbnb: com a palavra, os anfitriões

O Airbnb fez um vídeo institucional voltado a quem deseja se tornar um anfitrião. E quem melhor para transmitir essa mensagem do que os próprios anfitriões de todo o mundo? Neste exemplo, o storytelling é composto pela união dos depoimentos.

 

Coca-Cola: sai a narração, entra a animação

Às vezes, o vídeo não precisa de uma narração ou de entrevistados. Uma animação bem feita pode contar toda a história por si só. A Coca-Cola fez isso para tornar a mensagem dinâmica e clara aos espectadores.

 

BASF: storytelling guiado por um conceito

Um vídeo institucional não precisa seguir a regra de contar a história da empresa, sua cultura ou seus colaboradores. Ele pode ter um tom inspiracional, relacionando a empresa a um conceito pelo qual deseja ser lembrada. No exemplo abaixo, a BASF falou sobre cidades inteligentes para mostrar como a companhia está contribuindo com este cenário.

Posts relacionados

Contato

Rua Miguel Sutil, 370, Brooklin,

04583-050, São Paulo, SP, Brasil

 

5096-0697 / 5042-2004 / 5042-1999

 

contato@visionline.com.br