Filtro

Como aparecer no Google: 8 dicas de SEO para atrair mais visitantes para o seu site

Fazendo pesquisa no Google - SEO

A competição para atrair atenção na internet é acirradíssima. Disso você já deve saber. Todos nós queremos nossos sites na primeira página do Google e que nossos clientes nos encontrem de maneira fácil. Mas, então, como aparecer no Google, se destacando na multidão?

Primeiramente, é importante que você entenda que não há soluções rápidas. SEO (Search Engine Optimization) é um trabalho para ser desenvolvido com estratégias de médio e longo prazo. Ser notado pelo algoritmo de pesquisa do Google envolve otimizações e trabalho árduo, realizado de forma consistente.

Partindo dessa premissa, você precisa se familiarizar com o Search Console do Google, pois ele nos fornece muitas ferramentas para que possamos informá-lo que o seu site é relevante. Quando o Google rastreia seu site, ele verifica se você cumpre alguns requisitos:

  • Que os componentes técnicos do seu site estão otimizados para a melhor usabilidade do usuário;
  • Que você segue as melhores práticas do marketing de conteúdo;
  • Que você segue as melhores práticas de SEO para construção de reputação.

 

Confira, a seguir, 8 dicas de SEO para atrair mais visitantes para o seu site!

 

1. Faça o upload de um sitemap

 

Um sitemap XML é uma ferramenta inteligente que mostra ao Google o que está em seu site. Ele é importante para que o Google identifique todas as páginas do site e saiba quando elas são atualizadas.

Muitas plataformas, como o WordPress, atualizam automaticamente as informações da página do seu site com o Google sempre que você faz alterações, para que você não precise fazer isso manualmente.

Mas, como nem todo website é construído por meio dessas plataformas, o Google ainda oferece seu próprio Gerador de Sitemaps. E você pode adicioná-lo acessando Google Search Console > Rastrear > Sitemaps.

 

2. Certifique-se de que seu site carregue rapidamente

 

Se o seu site é lento, ele perderá pontos com o algoritmo do Google. Analise a velocidade do seu site e descubra qual é o problema. Uma das formas de fazer isso é utilizando o próprio Google PageSpeed Insights. A velocidade de carregamento das suas páginas tem impacto direto na experiência do usuário, fator que o Google está tornando cada vez mais relevante e que tem se mostrado uma tendência de SEO para os próximos anos.

Outro fator fundamental para o SEO, e que ganha mais força ainda a partir desse ano, é a versão dos sites para dispositivos móveis. Sites responsivos para mobile se adequam ao principal modo com que os usuários da internet realizam pesquisas. É provavelmente pelo celular que um cliente em potencial visitará o seu website. Fique atento a isso, pois é um dos pontos chave para resolver a questão de como aparecer no google em 2021.

 

3. Conheça as suas palavras-chave

 

Quais são as palavras-chave de pesquisa que você precisa explorar? Como o seu público em potencial costuma realizar buscas no Google para encontrar pelos seus serviços ou produtos?

Para entender quais as palavras mais buscadas, você pode utilizar algumas ferramentas como o Google Keyword Planner (Google Ads), SemRush ou Ubersuggest. Nelas você pode digitar uma palavra que acredita que o seu público utilize nas buscas e receber uma estimativa de quantas pesquisas o termo obtém por mês, além de palavras relacionadas. Algumas dessas ferramentas também possibilitam que você analise para quais palavras-chave um site está ranqueando, uma ótima forma para analisar a sua concorrência.

 

4. Use as suas palavras-chave de forma inteligente

 

Otimizar seu site incorporando palavras-chave relevantes em seu conteúdo é uma maneira fácil de torná-lo mais visível para os mecanismos de pesquisa. Ao selecionar que palavras-chave serão trabalhadas em cada página, é o momento de aplicá-las. Elas precisarão ser inseridas em:

  • URLS
  • Títulos e subtítulos de postagens (chamados de Headings – H1, H2, H3 etc.)
  • Textos alternativos das imagens
  • Textos na página
  • Meta Títulos
  • Meta Descrições

Mas atenção: os motores de busca irão penalizar o seu site se você o encher até a borda com palavras-chave. Use o bom senso e mantenha o seu conteúdo natural.

Se você estiver com dúvidas sobre o que são meta títulos e meta descrições, eles são o conteúdo sobre as páginas do seu site que aparecerão como resultado da pesquisa do Google. Veja um exemplo:

 

Meta título e Meta descrição - SEO

 

Neste exemplo, o título “Vision Comunicação | Agência de Comunicação Integrada” é o meta título, enquando o texto que vem logo abaixo “Sua empresa com a melhor estratégia…” é a Meta descrição.

 

5. Adote as melhores práticas do marketing de conteúdo

 

Normalmente, você tem cerca de três segundos para atrair a atenção de alguém no ambiente on-line ou o usuário irá sair do seu site. Então, tenha certeza de que o seu conteúdo é relevante para eles. Para isso, entenda quem é o seu cliente ideal e o que eles querem aprender com você. Todas as técnicas de Search Engine Optimization (SEO) começam com uma boa criação de conteúdo.

Quais são as dores dos clientes? O que eles estão precisando solucionar? Estes são bons pontos de partida para o desenvolvimento de conteúdos tanto para as páginas do seu site quanto para um blog. Um blog é uma ótima prática do marketing de conteúdo tanto para gerar relevância a uma marca, mostrando a sua expertise sobre o mercado no qual está inserida, quanto para a estratégia de links internos, sobre a qual ainda abordaremos nesse texto.

Os motores de busca valorizam novos conteúdos. Se você não atualizar seu site com frequência, eles não o visitarão com frequência. E a maneira mais fácil de atualizar os conteúdos do seu site é construir um blog com postagens periódicas.

Um ponto a ser levado em consideração na construção do conteúdo do seu site é que para qualquer página, a quantidade mínima de palavras para um bom SEO é de 300. Já para as páginas de conteúdo (blog posts, por exemplo), recomenda-se conteúdos mais longos. Quando as empresas publicam conteúdos com 2.000 palavras ou mais, tendem a ter uma classificação melhor no algoritmo do Google. Estudos mostram que para chegar às primeiras 10 páginas do ranking de pesquisa do Google, você precisará postar regularmente conteúdos que excedam 1100 palavras.

Mas também há análises que esmiuçam essa questão, sobre a quantidade de palavras ideal para um blog post de acordo com cada mercado e sobre como aparecer no Google. Uma delas é a do especialista em SEO, Neil Patel.

 

6. Fique atento aos links internos.

 

Lembre-se de construir links que levam de uma página do seu site à outra. Após o trabalho inicial de construir essa rede de links internos, como continuar fazê-la crescendo? Como já falamos anteriormente, esse é um dos motivos da importância de construir um blog com atualizações constantes.

Um ponto importante a ser lembrado é a adequação entre o texto âncora do link e a página de destino. Tente trabalhar palavras-chave como textos âncora e links da maneira mais perfeita e natural possível.

 

7. Comece o link Building

 

A regra é: links para o seu site, principalmente de sites mais estabelecidos do que o seu, ajudarão a aumentar a sua visibilidade nos mecanismos de busca. É dessa forma que o Google analisa a reputação e a relevância do seu site.

Algumas práticas para conseguir backlinks incluem créditos nos sites dos clientes, parcerias de conteúdo (ex. blog posts com empresas parceiras), e redirecionamentos de conteúdos que você já construiu no passado e podem linkar para a sua página atual.

 

8. Não se esqueça do Google Image Search

 

Você sabia que as imagens também podem impulsionar o SEO do seu site e aumentar o número de usuários que acessam a sua página? As Imagens são responsáveis por pelo menos um terço de todas as pesquisas do Google. Mas como aparecer no Google Imagens? Consideramos três pontos importantes a serem trabalhados:

 

O Texto Alternativo (Alt Text)

O texto alternativo é exibido quando uma imagem não pode ser carregada, a descrevendo. Também serve para auxiliar os usuários com deficiência visual a saberem quais imagens estão incluídas nos artigos.

É importante lembrar de usar as palavras-chave nos alts das imagens.

 

O nome do arquivo

Não use nomes automatizados e aleatórios para os arquivos de imagem. Os renomeie com palavras que se relacionam com o seu conteúdo. É assim que o Google usará essas palavras-chave e melhorará seus resultados de pesquisa no ‘Imagens do Google’.

 

O tamanho do arquivo

Já abordamos a importância de ter um site veloz, que carregue rapidamente todos os seus elementos para o usuário. Um dos fatores que pode fazer um site ter carregamento lento é como as imagens estão sendo utilizadas. Ao reduzir o tamanho do arquivo de imagem, você pode ter um tempo de carregamento mais rápido e pode ajudar a impulsionar os resultados de SEO. Claro, perder qualidade da imagem ao reduzí-la é algo que você quer evitar, mas há formas de redimensioná-las ou compactá-las sem fazer com que elas percam qualidade aos olhos do usuário.

 

Para saber mais sobre como aparecer no Google e botar em prática uma estratégia de SEO para o site da sua empresa, entre em contato conosco, uma agência de comunicação integrada pronta para solucionar seus desafios.

Posts relacionados

Contato

Rua Miguel Sutil, 370, Brooklin,

04583-050, São Paulo, SP, Brasil

 

5096-0697 / 5042-2004 / 5042-1999

 

contato@visionline.com.br